sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Opinião: A Cidade dos Ossos (Caçadores de Sombras #1)

Título original: City of Bones (2007)
Autor: Cassandra Clare
Tradutor: José Luís Luna
ISBN: 9789896570231
Editora: Planeta (2009)

Sinopse:

No Pandemonium, a discoteca da moda de Nova Iorque, Clary segue um rapaz muito giro de cabelo azul até que assiste à sua morte às mãos de três jovens cobertos de estranhas tatuagens. Desde essa noite, o seu destino une-se aos dos três Caçadores de Sombras e, sobretudo, ao de Jace, um rapaz com cara de anjo, mas com tendência a agir como um idiota…

Opinião:

A Cidade dos Ossos é o primeiro livro de uma saga de fantasia urbana que tem feito sucesso. Com uma trama destinada a um público jovem-adulto, apresenta a história de uma rapariga aparentemente normal, que descobre a existência de um mundo paralelo, onde anjos, vampiros, lobisomens, fadas e imortais existem.

Tendo como cenário de fundo a movimentada cidade de Nova Iorque, o primeira facto que o leitor repara é na amizade de Clary e Simon. Os dois jovens cresceram juntos, são muito cúmplices, partilham gostos muito particulares da cultura atual e podem deixar adivinhar uma certa paixão. Contudo, quando os dois percebem que aquilo que acreditam ser realidade e fantasia se apresentam como uma só, conhecem outras pessoas que os vão mudar para sempre.

Jace, Alec e Isabelle são os três Caçadores de Sombras mais destacados deste volume. Jovens atraentes e misteriosos, são dotados de personalidades distintas. Jace é o típico rapaz rebelde e irresistível, que vive a vida no limite e ironiza todos os temas. Alec é a razão desta equipa, perspicaz e mais ponderado. Isabelle ou Izzie é uma rapariga bela, sendutora, forte e temperamental. Os dois humanos vão-se ver envolvidos com estes três Caçadores de Sombras e, se ao início esta era uma relação que preferiam não ter, vai acabar por se tornar uma verdadeira questão de amor-ódio.

O universo criado por Cassandra Clare é um dos pontos mais interessantes da sua obra. Os ritmos modernos da cidade que não dorme acolhem facilmente os muitos seres sobrenaturais que surgem ao longo da narrativa. Torna-se fácil imaginar uma casa abandonada que serve de refúgio para vampiros ou a existência de demónios em locais de diversão noturna. A mística que envolve os Caçadores de Sombras é também de grande interesse, nomeadamente na componente das runas que marcam os corpos e atribuem propriedade excecionais, numa clara exposição do poder da palavra.

A linguagem é simples e fácil de acompanhar, o que, juntamente com o ritmo rápido da narrativa impelem para uma leitura rápida, que surpreende com um desfecho inesperado. Contudo, o facto de ser dirigido a um público jovem faz com que possua uma linguagem típica, o que pode não agradar ao leitor mais maduro.

A Cidade dos Ossos é um livro leve e interessante, dotado de algumas ideias particulares e que compele para a leitura do próximo volume.

Nota: A adaptação cinematográfica de A Cidade dos Ossos deverá chegar aos cinemas em Agosto de 2013. Lili Collins, Jonathan Rhys Meyers e Jamie Campbell Bower são alguns dos nomes que vão dar vida a personagens fundamentais da trama.

5 comentários:

Ray* disse...

eu também gostei muito ;)) estou desejosa de ver o filme (buaahhh é só daqui a um ano!)

Cláudia disse...

Por acaso não estou com grande vontade de ver o filme... não fiquei lá muito satisfeita com uma escolha do elenco

Ray* disse...

Ohh :( eu não consigo deixar de ver os filmes dos livros que leio :S manias!

Cláudia disse...

Eu também vou acabar por ver, mas não estou com grandes expetativas

Inês Santos disse...

Eu tambem adorei, tanto que devorei a trilogia de seguida e em muito pouco tempo.

Agosto de 2013??? Quero ir ver, mas antes disso quero reler tudinho.