quinta-feira, 17 de maio de 2018

Opinião: A Casa da Beleza

Título Original: La Casa de la Belleza (2015)
Autor: Melba Escobar
Tradução: Paulo Ramos
ISBN: 9789896655501
Editora: Suma de Letras (2018)

Sinopse:

Crescer na terra dos narcos: tornar-se uma mulher na Colômbia de Escobar. Uma perspectiva da sociedade colombiana, a partir de uma lente feminina, onde são abordadas as relações raciais, a corrupção e o problema do género. Karen, esteticista de profissão, muda-se de Cartagena para Bogotá em busca de uma vida melhor, mas ao chegar não só consegue trabalho como depiladora n’A Casa da Beleza, como se converte na chave para resolver o mistério da morte de uma das suas clientes - uma jovem rapariga, vestida com o uniforme da escola, que aparece morta no dia a seguir a ter visitado Karen no salão. Com quem se a encontrar a cliente de Karen? Entre conversas íntimas e confissões, Karen acabará por ser a confidente de uma psicanalista, da mulher dum congressista, de uma famosa apresentadora de televisão e de uma mãe desolada que busca justiça num país onde a verdade só pertence àqueles que podem pagar por ela.

Opinião:

Uma casa de estética e beleza sugere sempre um tempo de descontracção, cuidado com a própria imagem, um momento de mimos que as mulheres dão a si próprias. Certo? Nem por isso. Melba Escobar inspirou-se num destes espaços para explorar o lado mais negro da Colômbia. Assim, A Casa da Beleza impressiona desde o primeiro momento, apresentando-se como um livro que dificilmente deixará alguém indiferente.

Através de algumas clientes que passam por este espaço, ficamos a conhecer Karen. Esta mulher é uma esteticista que acaba por representar um grupo muito vasto daquele país: o das mulheres que procuram uma vida melhor. Mãe solteira, Karen deixou o filho aos cuidados da avó e partiu para Bogotá, na esperança de fazer dinheiro na grande cidade. Ora, tal missão torna-se difícil. É que na capital da Colômbia existe discriminação, aproveitamento e crime. Ao longo destas páginas, vemos Karen a cair numa espiral impressionante que nos leva a analisar toda uma sociedade.

O desenrolar da trama vai acelerando conforme as páginas vão passando. Confesso que, ao início, pode ser um pouco estranho perceber a forma como a narrativa é apresentada. Contudo, apreendida a peculiar linguagem da autora é fácil ficar-se preso neste livro. O crime que faz tudo despoletar não nos larga, sendo que as informações que vão sendo fornecidas chocam devido à violência e ao espelho que fazem da sociedade. Paralelamente, assistimos ao que acontece a Karen e às consequências de tudo isso para a sua vida.

Sendo as personagens centrais femininas, o papel da mulher neste país tem um grande foco ao longo desta obra. É revoltante assistir a certos momentos, não só pelo que acontece mas também pela forma como a sociedade os encara. Nestes casos, uma mulher é sempre vista como inferior, os seus problemas são desvalorizados, tudo o que de terrível lhe acontece é apontado como merecido pelas mais diferentes razões. Somos levados a perceber as desigualdades de género gritantes que existem actualmente, muito devido a questões culturais que estão tão enraizadas que acabam por serem difíceis de serem ultrapassadas. É, portanto, urgente uma mudança de mentalidades, maior e melhor educação da população.

Melba Escobar leva o leitor a perceber as dificuldades vividas por grande parte da população daquele país. A autora consegue expor bem a pobreza e desigualdade social existente ao longo de toda a obra. Saliento o momento em que acontece um casamento de classe alta: os noivos são apresentados como muito religiosos e a cerimónia fica marcada pela ostentação, sendo que ao mesmo tempo os mendigos passam à porta da igreja na esperança de conseguirem a bondade de algum transeunte. As descrições do ambiente vivido nos diferentes bairros, ruas e transportes mantém esta diferença social sempre presente. Corrupção e jogos políticos acabam por serem desvendados de uma forma que causa revolta.

A Casa da Beleza é um livro escrito com perspicácia e inteligência. A autora consegue fazer uma análise social pertinente, arrepiante e incómoda. Tudo isto através de uma história que começa por se apresentar bastante próxima, especialmente do público feminino. É fácil sentir empatia pelas figuras centrais, compreender os seus problemas e perdoar os erros cometidos. Melba Escobar faz um apelo por igualdade e justiça através de uma história que dificilmente será esquecida.


Novidade da TopSeller para Junho

O Pântano dos Sacrifícios, de Susanne Jansson
Sinopse: Crê-se que antigamente os pântanos eram usados como locais onde se realizavam sacrifícios humanos. Por serem pobres em oxigénio, estes terrenos atrasavam o processo de decomposição dos corpos, levando à sua preservação. Há por isso quem acredite que as almas lá enterradas não conseguem encontrar descanso, atraindo até si novas vítimas.
Nathalie Nordström é uma jovem bióloga que se desloca até a um pântano no norte da Suécia para realizar uma experiência de campo. Nathalie cresceu naquela zona, mas partiu quando uma terrível tragédia se abateu sobre a sua família.
Numa noite de tempestade, um mau pressentimento leva-a até ao pântano. Lá encontra um homem inconsciente, prestes a afundar-se. A polícia começa a investigar o caso e acaba por encontrar cadáveres ali enterrados.
Estará o pântano a reclamar mais sacrifícios, como alguns habitantes locais acreditam?

Disponível a partir de dia 4.



terça-feira, 8 de maio de 2018

Passatempo especial de aniversário: "O Poder"

A Saída de Emergência está a comemorar o 6º aniversário do blogue! Para celebrar, estamos a sortear um exemplar da novidade O Poder, de Naomi Alderman.


Para se habilitarem a ganhar este livro, apenas precisam de:

- Responder a todas as questões colocadas no formulário (podem encontrar as respostas aqui);
- Seguir o blogue e/ou fazer gosto na página de Facebook do blogue, aqui;
- Só participar uma vez (caso tal não se confirme a participação será anulada);
 - O passatempo termina no dia 18 de Maio às 23h59. Não serão aceites participações após essa data.

Agora é só participar!




Notas:
- Este passatempo é realizado em parceria com a Saída de emergência
- O vencedor será escolhido aleatoriamente entre as participações válidas através do site random.org;
- Como participação válida entende-se: existir apenas uma por participante com todos os dados do questionário respondidos correctamente;
- O vencedor será contactado por e-mail e anunciado no blogue;
- Este passatempo é válido para Portugal continental e ilhas;
- O blogue não se responsabiliza pelo possível extravio do livro nos correios.

Passatempo especial de aniversário: "Boneca de Trapos"

O blogue faz 6 anos e a Suma de Letras juntou-se à festa. Para celebrar, estamos a sortear um exemplar do impressionante thriller Boneca de Trapos, de Daniel Cole.


Para se habilitarem a ganhar este livro, apenas precisam de:

- Responder a todas as questões colocadas no formulário (podem encontrar as respostas aqui);
- Seguir o blogue e/ou fazer gosto na página de Facebook do blogue, aqui;
- Só participar uma vez (caso tal não se confirme a participação será anulada);
 - O passatempo termina no dia 18 de Maio às 23h59. Não serão aceites participações após essa data.

Agora é só participar!





Notas:
- Este passatempo é realizado em parceria com a Suma de Letras;
- O vencedor será escolhido aleatoriamente entre as participações válidas através do site random.org;
- Como participação válida entende-se: existir apenas uma por participante com todos os dados do questionário respondidos correctamente;
- O vencedor será contactado por e-mail e anunciado no blogue;
- Este passatempo é válido para Portugal continental e ilhas;
- O blogue não se responsabiliza pelo possível extravio do livro nos correios.